Prefeitura de Manaus analisa casos suspeitos de tuberculose e hanseníase em aldeias

01:22 Geral, Notícias 08/05/2018 - 09h16 Brasília Embed

Ariane Póvoa

A Prefeitura de Manaus inicia nesta terça-feira (8) o levantamento de casos suspeitos de tuberculose e hanseníase nas seis aldeias indígenas localizadas na calha do rio Cueiras, zona rural ribeirinha de Manaus.


A ação é realizada, anualmente, pela Secretaria Municipal de Saúde em parceria com o Dsei, o Distrito de Saúde Indígena de Manaus, para a detecção precoce de doenças entre esses povos.


Durante quatro dias, uma equipe de saúde da secretaria visitará as aldeias e realizará a coleta de material para exames.


O resultado será repassado ao Dsei para o tratamento e acompanhamento dos pacientes.


O inquérito faz parte do Projeto de Enfrentamento da Tuberculose em Municípios Estratégicos, do Ministério da Saúde, que tem como objetivo apoiar ações para o controle da doença em populações vulneráveis.


O mesmo trabalho é realizado em comunidades indígenas da calha do rio Tarumã-Açu.

 

Desde 2014, o inquérito já realizou 183 exames para tuberculose. Não houve diagnóstico de casos positivos para a doença.


Sobre as ações para detecção de casos de hanseníase, em 2017 foram realizados 91 exames dermatológicos em áreas do rio Tarumã-Açu, também não houve identificação de casos positivos para a doença entre a população indígena.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique