Prefeitura decreta luto de três dias pela morte do vice-prefeito Fernando Mac Dowell

02:02 Geral, Notícias 21/05/2018 - 11h52 Rio de Janeiro Embed

Raquel Júnia

A prefeitura do Rio decretou luto oficial de três dias pela morte do vice-prefeito, Fernando Mac Dowell. Em nota, o prefeito do Rio Marcelo Crivella afirmou que ele “foi um companheiro exemplar, um notório servidor público com inestimáveis serviços prestados à cidade do Rio

 

O prefeito acrescentou ainda que está em orações e pensamentos com a família e com todos que admiravam o seu caráter e sua generosidade.

 

O presidente da Câmara dos Vereadores do Rio, Jorge Felipe, do MDB, lembrou a importância da contribuição dele para a cidade.
Sonora: “eleel é um homem renomado. Uma história bonita, principalmente na área de transporte, que sempre foi merecedora da estima e admiração e todos. Uma grande perda. Que Deus dê muita luz para ele.”


O vice-prefeito morreu na noite deste domingo, no Hospital Vitória, na Barra Tijuca, na zona oeste do Rio, onde estava internado desde o dia 13 de maio.

 

De acordo com o hospital, ele faleceu devido a complicações decorrentes de um infarto agudo do miocárdio. Mac Dowell tinha 72 anos, era casado e teve quatro filhos. Ele cursou engenharia na Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

 

Entre os aspectos da sua trajetória, Mac Dowell participou da concepção de obras importantes de mobilidade no Rio, como a Ponte Rio-Niterói, a Linha Vermelha e o metrô. Ele também participou do segundo governo de Leonel Brizola, de 1991 a 1994. Antes, trabalhou na Empresa Brasileira de Planejamento de Transportes, criada em 1965 pelo regime militar.

 

Exerceu, no começo da década de 80, a função de diretor do metrô carioca, quando a Linha 1 começava a funcionar, durante o governo Chagas Freitas. Atualmente, era professor da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do estado. Mac Dowell foi também secretário de transportes durante a gestão Marcelo Crivella até janeiro deste ano.