Rollemberg questiona aumento da tarifa de água na Procuradoria do DF

02:04 Geral, Notícias 03/05/2018 - 07h54 Brasília Embed

Sumaia Vilela

O governador Rodrigo Rollemberg anunciou nessa quarta-feira (2) que tentará impedir o aumento da tarifa de água. A Adasa, Agência Reguladora de Águas do Distrito Federal, autorizou o aumento da tarifa em quase 3% na segunda-feira (30).


Rollemberg pediu à Procuradoria-Geral do Distrito Federal para entrar com recurso administrativo na Adasa a fim de questionar a autorização. Também anunciou que “determinou” à Caesb, Companhia de Saneamento Ambiental, que não aplique o aumento.


A Caesb tinha solicitado autorização da Adasa para mais de 9% de reajuste. A inflação acumulada dos últimos 12 meses é de 2,68% pelo IPCA, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo.


O aumento ocorre depois de mais de um ano de racionamento. É exatamente com este argumento que a Caesb pediu o aumento. A empresa diz que a arrecadação caiu porque as pessoas consumiram menos água.


A questão é que a Caesb é independente por lei, assim como a Adasa. O governador foi questionado se a decisão não seria um desrespeito à autonomia das duas instituições. Ele negou.


“A Adasa autoriza o valor máximo de reajuste. Cabe a empresa aplicar ou não.”


A Procuradoria informou que recebeu o ofício do governador na tarde de ontem e, nos próximos dias, apresentará o recurso à Adasa.


Já a Agência Reguladora de Águas afirmou que não se pronunciará até que o pedido seja protocolado e também não respondeu se existe um prazo para análise do recurso.


A Caesb também informou que não vai se pronunciar, por enquanto.


Quanto ao fim do racionamento de água aqui no Distrito Federal ainda não existe uma data específica para adoção da medida.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique