Disputa entre facções rivais assusta moradores de área nobre do Rio

01:29 Geral, Notícias 06/06/2018 - 15h44 Rio de Janeiro Embed

Ícaro Matos

O policiamento segue reforçado nas comunidades Chapeú-Mangueira e Babilônia, no Leme, zona sul do Rio de Janeiro, após um dia de intensos tiroteios, com duas pessoas mortas na região, nesta terça-feira.

 

De acordo com a Polícia Militar os confrontos começaram no final da madrugada, com traficantes de facções rivais que disputam o controle da venda de drogas nas comunidades se enfrentando na área de mata do morro. A Polícia Militar foi acionada e, inicialmente, agentes da UPP local fizeram apenas um cerco na região do conflito.

 

Mais tarde, homens do Bope, o Batalhão de Operações Especiais da PM, foram enviados à comunidade e fizeram operação no morro.

 

Ainda de acordo com a corporação, dois suspeitos não identificados foram baleados. Eles ainda chegaram a ser levados para o hospital Souza Aguiar, no Centro do Rio, mas não resistiram aos ferimentos. Após o tiroteio, os policiais fizeram buscas na área e apreenderam um fuzil M-16 e uma pistola calibre 9 mm, mas não houve prisões.

 

O Chapeú-Mangueira e a Babilônia são comunidades vizinhas separadas apenas por uma pequena área de mata. Os conflitos na região se intensificaram no início deste ano, após a quadrilha que domina o Chapeú-Mangueira expulsar os traficantes rivais do Morro da Babilônia, que agora tentam retomar o controle dos pontos de venda de drogas da região.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique