MPF requer fim de transporte de animais em áreas protegidas de Rondônia

01:19 Geral, Notícias 14/06/2018 - 14h26 Brasília Embed

Maísa Penetra

O Ministério Público Federal (MPF) pediu a suspensão de emissão de guias para transporte de animais em áreas conservadas de Rondônia.


A recomendação é que o Idaron, Instituto de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia, pare de emitir guias para transporte de animais vindos de regiões protegidas pelo Parque Nacional Pacaás Novos e pela terra indígena Uru-Eu-Wau-Wau.

 

A recomendação foi motivada por um alerta feito pelo Instituto Chico Mendes  (ICMBio) para o Ministério Público.


De acordo com a denúncia, há mais de dois anos grileiros, madeireiros e garimpeiros têm feito loteamentos na região.


O MPF lembra que as unidades de conservação são espaços destinados pelo poder público à preservação do meio ambiente, com o objetivo de promover a conservação do ecossistema.


Para o órgão é como se a emissão das permissões comprovasse que o estado de Rondônia concorda com a formação de fazendas pecuárias, em unidades de conservação.


O Idaron tem 15 dias para responder se acata ou não a recomendação. Em caso de recusa, o ministério poderá responsabilizar os infratores por meio de ações penais e de improbidade administrativa.

 

Até o fechamento desta edição, não conseguimos contato com o instituto.