Guerra entre organizações criminosas deixa 4 mortos e 10 feridos em Rio Branco, no Acre

01:59 Geral, Notícias 09/07/2018 - 17h04 Brasília Embed

Maísa Penetra

A Secretaria Estadual de Segurança Pública atribuiu a situação a uma guerra entre organizações criminosas pelo controle do tráfico internacional de drogas.

 

Uma quinta pessoa foi assassinada em Rio Branco, no domingo (08), mas a pasta não relacionou esse fato à disputa entre facções.

 

Segundo a Polícia Militar, o confronto foi mais intenso até as 11 e meia da noite de sábado (07). A Polícia também afirmou que muitas das vítimas não tinham envolvimento com o crime organizado.

 

No domingo, 150 policiais , entre civis e militares,– foram convocados para reforçar o policiamento em Rio Branco.

 

O secretário de Segurança Pública do Acre, Vanderlei Thomas, afirma que a situação é consequência da falta de apoio federal no policiamento das fronteiras.

 

Os suspeitos estão sendo identificados. Das dez pessoas que foram feridas, sete foram liberadas na manhã desta segunda-feira (09). As três vítimas que passaram por cirurgia têm estado de saúde estável.

 

Em nota, o Ministério da Segurança Pública afirmou  que a promoção de uma melhor segurança na faixa de fronteira é uma prioridade do governo federal, que acompanha o que acontece na região.

 

A nota diz ainda, que em 2016 e 2017 foram realizadas cinco operações da Polícia Federal no estado do Acre.

 

* Matéria atualizada no dia 10/07/2018  às 16h46 para inclusão de nota do Ministério da Segurança Pública.