História Hoje: 17 de julho é o Dia do Protetor de Florestas

02:45 Geral, Programetes 17/07/2018 - 09h36 Brasília Embed

Apresentação Adalto Gouveia

Curupira....é um anão forte de cabelos vermelhos que protege as florestas, matas e animais das agressões do homem.

 

Diz a lenda que ele tem os pés virados para trás para enganar os caçadores.

 

Esse personagem importante do nosso folclore inspirou a criação do Dia do Protetor das Florestas comemorado hoje.

 

Lenda à parte, o dia dedicado à proteção das florestas quer chamar a atenção para a importância da preservação desse tipo de vegetação essencial para o ciclo da vida.

 

O papel delas é tão importante que são chamadas de pulmão do mundo. Elas são depositárias de dois quintos de todo o carbono armazenado nos ecossistemas terrestres.

 

Mas a função das florestas não para por aí...Elas são fonte de combustíveis, alimentos e matérias-primas.

 

Protegem o solo contra e erosão,  controlam o ciclo e a qualidade da água, contribuindo para a formação de chuvas. Nos protegem de climas extremos, como cheias ou secas, além de terem a maior parte da biodiversidade terrestre: as espécies vegetais e animais. 

 

Estima-se que 31% da superfície terrestre do planeta seja ocupada por florestas habitadas por 300 milhões de pessoas. Delas dependem, de forma direta, um 1,6 bilhão de seres humanos.

 

Privilegiado em relação a outros países, o Brasil tem 516 milhões de hectares de florestas, ficando atrás apenas da Rússia. As florestas tropicais se destacam no país:  a Floresta Amazônica, a maior do mundo, a Mata Atlântica, a Floresta das Araucárias e a Mata dos Cocais.

 

Apesar de suas funções sociais, econômicas e ambientais, as florestas têm sido ameaçadas por todo o mundo.

 

A preocupação é tanta que a ONU pede aos países que apoiem a sua campanha “Desmatamento Ilegal Zero”, promovendo o plantio de árvores e o controle dos desmatamentos ilegais.

 

História Hoje: Programete sobre fatos históricos relacionados a cada dia do ano. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.