Operação no DF prende comerciantes que vendiam suplementos com substâncias proibidas

01:54 Geral, Notícias 12/07/2018 - 17h36 Brasília Embed

Leandro Martins

Equipes da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, da Polícia Civil, cumpriram, na manhã desta quinta-feira (12), três mandados de prisão temporária e 27 de busca e apreensão em mais de 20 locais no DF. É o resultado da Operação Termogênico, que autuou comerciantes pela venda do produto SLIM 3X.

 

De acordo com o delegado de Polícia Especializada, Wisslei Salomão, o produto era apresentado como um fitoterápico emagrecedor, mas que contém a substância psicotrópica CLOBENZOREX, que causa depressão, mal-estar, e ainda provoca dependência.

 

Para usá-lo, a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, exige receita médica e embalagem com tarja preta.

 

A investigação começou em fevereiro, depois que um comprador desconfiou da origem do produto, que era vendido pela internet, a R$ 180 o frasco, e entregue em domicílio. Ele acionou a polícia, segundo o delegado.  

 

Nos endereços residenciais e comerciais dos autuados pela polícia, foram encontrados cerca de duzentos frascos do emagrecedor ilegal SLIM 3X. A polícia ainda investiga onde o produto era feito.

 

O delegado chama a atenção para os comerciantes que vendem suplementos.

 

Os envolvidos com a produção e a venda do SLIM 3X vão responder por tráfico de entorpecentes, e podem pegar de 5 a 15 anos de prisão.