Presos 10 integrantes de quadrilha acusada de sequestros relâmpagos no estado do Rio

01:46 Geral, Notícias 12/07/2018 - 14h12 Rio de Janeiro Embed

Ícaro Matos

A Polícia Civil realiza operação nesta quinta-feira para desarticular uma quadrilha de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, acusada de fazer sequestros relâmpagos após aplicar o golpe do falso anúncio de venda de carros pela internet.  Cento e trinta agentes participam da ação, que tem apoio do Ministério Público estadual e do Corpo de Bombeiros.

 

No total, a Justiça emitiu 18 mandados de prisão e 19 de busca e apreensão para esta ação, batizada de Operação WEB. 10 pessoas tinham sido presas até às 9 da manhã.

 

De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos usavam a internet para fazer anúncios de venda de veículos com preços abaixo do de mercado para atrair as vítimas. Em seguida marcavam encontros com os interessados para fechar o negócio.

 

Dessa forma os criminosos sabiam de antemão que as vítimas possuíam altas quantias de dinheiro, já que pretendiam comprar um automóvel. Quando os compradores chegavam ao local combinado, eram sequestrados e obrigados a fornecer senhas e outros dados bancários para que os criminosos roubassem os valores.

 

As investigações tiveram início há 3 meses, após um homem, morador de Jacarepaguá, na zona oeste da capital fluminense, ter sido assassinado em Duque de Caxias, depois de ter saído de casa para comprar um carro oferecido em um site de venda de veículos na internet.

 

Ainda segundo Polícia Civil, a atividade principal da quadrilha é o tráfico de drogas, mas eles realizavam os sequestros paralelamente para levantar recursos para a compra de drogas, armas e munições. Além disso, os criminosos também atuavam na receptação e adulteração de veículos roubados.