Lula deverá pagar R$ 31 milhões no caso do triplex, determina Justiça

01:34 Geral, Notícias 31/08/2018 - 14h39 Brasília Embed

Samanta do Carmo

A Justiça Federal em Curitiba determinou, na noite dessa quinta-feira (30), que o ex-presidente Lula pague R$ 31 milhões como reparação de danos e multas no processo do triplex no Guarujá, no qual ele foi condenado em segunda instância.

 

A decisão foi tomada pela juíza Carolina Lebbos, da 12ª Vara em Curitiba. Ela deu o prazo de 15 dias para que Lula apresente uma proposta de parcelamento da dívida. A juíza destacou em sua decisão que os valores serão depositados em conta judicial vinculada à 12ª Vara, e após o trânsito em julgado, serão devidamente destinados.

 

Também na noite dessa quinta-feira, os advogados do ex-presidente protocolaram no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a defesa da legalidade da candidatura de Lula à Presidência da República. Existem 17 pedidos de impugnação contra ele, argumentando que, com base na Lei da Ficha Limpa, por já ter sofrido condenação em segunda instância, Lula não poderia ser candidato.

 

No documento de mais de cem páginas, os advogados falam sobre atuação política do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, citam o pedido do Comitê de Direitos Humanos da ONU para que o país não impeça a candidatura de Lula e argumentam que o ex-presidente está provisoriamente inelegível, e não definitivamente, por isso o registro de candidatura deveria ser aprovado. 

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique