Mãe de Marielle ainda busca respostas para o assassinato da vereadora; crime completa cinco meses

02:04 Geral, Notícias 09/08/2018 - 18h20 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Quase cinco meses após o assassinato de Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes, a mãe da vereadora, Marinete da Silva, disse ainda confiar na solução do crime. Sem perder as esperanças, ela aguarda uma resposta sobre quem matou e quem mandou matar Mariele.

 

Durante coletiva de imprensa, realizada na sede da OAB, nesta quinta-feira, Marinete relatou o encontro que teve com o Papa Francisco, em Roma, na semana passada.

 

A mãe da vereadora assassinada a tiros no dia 14 de março, comentou ainda as declarações do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, sobre o envolvimento de agentes do estado e de políticos no crime.

 

A audiência com o Papa no último dia 3 contou, também, com uma comitiva de juristas que entregou ao pontífice o relatório da Comissão Popular da Verdade sobre os cinco meses da intervenção federal na segurança pública do Estado. Durante o encontro, foram tratados temas como violação de direitos humanos, intolerância religiosa e a prisão do ex-presidente Lula.

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.