No Rio, 53 acusados de violência doméstica são presos em operação especial

02:30 Geral, Notícias 08/08/2018 - 12h11 Rio de Janeiro Embed

Lígia Souto

Uma operação da Polícia Civil foi deflagrada em todo o estado do Rio nesta terça-feira (7) para prender 53 acusados de violência doméstica e sexual contra mulheres, com base na Lei Maria da Penha, que completou 12 anos.

 

A ação envolveu as 14 Delegacias de Atendimento à Mulher do estado e contou com o apoio de outros departamentos da Polícia Civil.

 

Os suspeitos vão responder por diversos crimes como estupro, ameaça, lesão corporal, descumprimento de medidas protetivas e tentativa de feminicídio.

 

A delegada Gabriela Von Beauvais, Titular da Delegacia de Atendimento à Mulher do Centro, disse em coletiva na cidade da polícia, que a operação uniu esforços para prender os agressores e conscientizar as mulheres sobre a importância de denunciar.

 

Ela ressaltou que violência doméstica permeia toda a sociedade brasileira, não tendo distinção de “cor, classe ou credo”.

 

A delegada Sandra Ornellas, da Deam de Nova Iguaçu, disse que a maioria dos casos de feminicídios não possui registro prévio de ocorrência policial.

 

Este foi o caso de Simone da Silva de Souza, de 25 anos, assassinada pelo marido no Complexo do Alemão.

 

Simone estava grávida e, de acordo com a polícia, Anderson Silva sabia disso. 

 

Ele se entregou e confessou o crime. Não havia, no entanto, contra o criminoso, registros de ocorrência, apesar da família da vítima confirmar que ele era agressivo.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique