Rio registra dois casos de bala perdida no fim de semana

02:05 Geral, Notícias 13/08/2018 - 18h12 Rio de Janeiro Embed

Ícaro Matos

Um adolescente de 16 anos foi atingido por uma bala perdida enquanto viajava de trem, na tarde deste domingo. O caso ocorreu no bairro de Paciência, na zona oeste do Rio de Janeiro. Na ocasião o trem estava parado na estação Tancredo Neves, quando o jovem foi atingido de raspão no peito.

 

De acordo com a Supervia, concessionária que administra o sistema de trens metropolitanos do Rio, funcionários da empresa iam acionar os órgãos competentes para prestar atendimento médico especializado à vítima, mas os próprios passageiros levaram o adolescente para a UPA de Paciência. Ele recebeu atendimento na unidade e foi liberado em seguida.

 

A circulação dos trens no Rio de Janeiro já foi interrompida 18 vezes neste ano, devido a tiroteios em comunidades que margeiam a linha férrea. Um dos ramais mais afetados é o de Santa Cruz, ao qual pertence a estação Tancredo Neves.

 

A região é palco constantes tiroteios desde o fim de julho, quando quadrilhas de milicianos e traficantes passaram a disputar o controle das comunidades do Rola e de Antares, em Santa Cruz.

 

A situação voltou a se repetir neste domingo, com diversos tiroteios ao longo dia e a polícia trabalha com a hipótese de que o tiro que atingiu o adolescente dentro do trem foi disparado na favela do Rola, durante confronto entre as quadrilhas.

 

Este foi o segundo caso de bala perdida no Rio de Janeiro, neste fim de semana. Na madrugada de sábado, uma mulher de 61 anos foi atingida por no rosto, quando estava internada em um quarto, no terceiro andar do Hospital Santa Martha, em Niterói, na região metropolitana. Ela foi atendida na própria unidade, onde continua internada no CTI, com quadro de saúde estável.

 

O hospital fica no bairro de Santa Rosa, próximo ao Morro Souza Soares, e de acordo com a Polícia Militar, no momento é que a mulher foi baleada, policias faziam operação na comunidade, para coibir um baile funk organizado por traficantes. Ainda segundo a corporação, os policiais foram atacados pelos criminosos e houve confronto. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique