PF combate contrabando de cigarros e prende policiais suspeitos de participação no esquema

01:24 Geral, Notícias 23/09/2018 - 19h27 Brasília Embed

Leandro Martins

A Polícia Federal deflagrou nesse sábado (22) a Operação Nepsis, para desarticular uma organização criminosa especializada no contrabando de cigarros, e combater a corrupção policial que facilitava esses crimes nos estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Alagoas.

 

No total, 280 policiais federais cumpriram 35 mandados de prisão preventiva, oito de prisão temporária, 12 suspensões de policiais e 43 mandados de busca e apreensão.

 

Entre os presos, estão líderes e gerentes da quadrilha, e também agentes da Polícia Rodoviária Federal e das polícias Militar e Civil de Mato Grosso do Sul.

 

Segundo a Polícia Federal, os criminosos criaram uma rede sofisticada para escoar os cigarros contrabandeados do Paraguai pela fronteira com Mato Grosso do Sul. Centenas de pessoas participavam, cumprindo funções de gerentes, batedores, olheiros e motoristas.

 

A investigação estima que, ao longo do ano passado, mais de 1.200 carretas carregadas com cigarros contrabandeados chegaram às regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste.

 

A investigação teve a participação da Polícia Rodoviária Federal e Receita Federal; apoio logístico do Exército e da Força Aérea Brasileira e acompanhamento das corregedorias das polícias Civil e Militar.

 

*Com informações da Agência Brasil.