Dias Toffoli descarta pautar temas polêmicos este ano no STF como prisão após 2ª instância

02:03 Geral, Notícias 17/09/2018 - 14h09 Brasília Embed

Lucas Pordeus León

O novo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, não vai pautar questões polêmicas no plenário da Corte neste ano, incluindo o julgamento sobre a prisão após condenação em 2ª instância. 

 

A declaração do ministro foi feita nesta segunda-feira (17), primeiro dia dele no comando da Suprema Corte para um mandato de dois anos, ao conversar com jornalistas.

 

Toffoli ainda descartou a possibilidade de pautar outros temas polêmicos neste ano como a descriminalização da maconha ou do aborto. Para o ministro, esses temas tem que ser discutidos com os outros poderes, o Congresso e o Executivo.

 

O ministro Toffoli disse que vai prioriza na gestão dele a ampliação de julgamentos no plenário virtual para desafogar a pauta do plenário físico, que tem 1.107 processos em andamento. 

 

Acompanhe a reportagem e saiba mais. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique