TSE suspende página que divulgou notícia falsa contra Haddad

00:57 Geral, Notícias 26/09/2018 - 15h41 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

O Tribunal Superior Eleitoral determinou ao Facebook a retirada do ar uma página que divulgava notícia falsa contra o candidato do PT, Fernando Haddad.


A notícia falsa foi divulgada no domingo e o Facebook tirou a página do ar nessa terça-feira.


A informação dizia que quando uma criança completasse 5 anos ela seria propriedade do Estado, que iria decidir se a criança seria menino ou menina.


A notícia é flagrantemente falsa, pois não há relato ou fonte que possa confirmá-la.

 

A Justiça eleitoral ressaltou que a legislação assegura a livre manifestação de pensamento do eleitor na Internet, mas há um limite que é “quando ocorrer ofensa à honra de terceiros ou a divulgação de fatos sabidamente inverídicos” o que pode, segundo a decisão, causar desinformação no período eleitoral.

 

O TSE determinou ainda que o Facebook forneça o endereço da máquina usada para criar a página e os dados dos responsáveis.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique