Cai número de mortes violentas no Rio em setembro deste ano

02:06 Geral, Notícias 16/10/2018 - 10h08 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O número de mortes violentas no Rio de Janeiro em setembro deste ano caiu 13% em relação a setembro do ano passado, de acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP) do estado.

 

No mês passado, 504 pessoas no estado foram vítimas de homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte ou mortes decorrentes de intervenção policial. No mesmo mês de 2017 foram registrados 578 casos. Em relação a agosto de 2018, que teve 552 casos, a queda foi de 9% .

 

Entre as ocorrências que compõem esse indicador, os homicídios dolosos recuaram 17% na comparação com o mesmo mês do ano passado, mas aumentaram 6% em relação ao mês de agosto deste ano. Segundo o ISP, foram registrados 380 homicídios dolosos em setembro.

 

As mortes decorrentes de intervenção policial – 108 casos – tiveram queda de 38% em relação a agosto, quando foram contabilizados 175 casos. Na comparação com setembro do ano passado, houve alta de 2%. O Rio de Janeiro teve ainda 11 casos de latrocínio e cinco de lesão corporal seguida de morte.

 

Já os casos de estupro, um total de 489 em setembro,  tiveram alta de 13% em relação a agosto deste ano e de 7% no comparativo com setembro de 2017.

 

Os dados do ISP mostram redução dos crimes contra o patrimônio no mês passado. Os roubos de carga caíram pelo terceiro mês seguido e chegaram a 577 casos. O número representa queda de 15% em relação a setembro do ano passado e é o menor registrado desde setembro de 2015.

 

Houve redução de 8% nos casos de roubo de rua em relação a setembro de 2017, e os roubos de veículos caíram 6%. Esse último crime, no entanto, cresceu na comparação com agosto deste ano.

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique