Haddad almoça com tucanos e critica ausência de Bolsonaro em debates

02:45 Política, Notícias 10/10/2018 - 22h09 São Paulo Embed

Eliane Gonçalves

Nessa quarta-feira, o candidato do PT à presidência da república dedicou a agenda a mais um dia de articulações políticas.
 

Almoçou com políticos do PSDB, partido que sempre fez oposição aos governos do PT. O almoço,na casa do próprio candidato, não foi anunciado na agenda da campanha e ele não disse quais políticos participaram do encontro, mas disse que os tucanos que participaram escreveram uma carta de apoio e apreço ao candidato



A divulgação da carta e do nome das pessoas que participaram do encontro deve ocorrer nessa quinta-feira.


O candidato também se reuniu com os governadores eleitos de Pernambuco, Paulo Câmara, e da Paraíba, João Azevedo. Os dois são do PSB partido que já declarou apoio à candidatura petista.


No final da tarde, conversou com representantes de sete centrais sindicais que entregaram um manifesto de apoio a Haddad. 


Quando o petista foi informado por jornalistas estrangeiros que o adversário, Jair Bolsonaro, não teve autorização médica para participar do debate na TV Bandeirantes na próxima sexta-feira, Haddad defendeu que debates são importantes para mostrar as diferenças entre as propostas de governo e disse que está disposto a ir até em uma enfermaria para discutir o Brasil.


Jà em uma entrevista para a Radio Caruaru, de Pernambuco, Fernando Haddad adiantou que, se eleito, seu ministro da Fazenda não será um banqueiro. O petista vem enfrentando pressões para indicar o ex-ministro da fazenda de Michel Temer, Henrique Meirelles, para a pasta.

 

Ouça mais: 

http://radioagencianacional.ebc.com.br/politica/audio/2018-10/bolsonaro-quer-13o-para-beneficiarios-do-bolsa-familia-alta-medica-e-prevista

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.