Mais um mutirão carcerário no Acre; a meta é julgar cerca de 450 processos em dois meses

01:18 Geral, Notícias 10/10/2018 - 15h15 Brasília Embed

Michelle Moreira

Em um esforço conjunto, desde setembro, juízes criminais da comarca de Rio Branco, no Acre, têm trabalhado para garantir maior celeridade no andamento das ações penais de réus presos no estado.

 

É o terceiro mutirão carcerário sob coordenação da Corregedoria-Geral da Justiça. Representantes da Defensoria e do Ministério Público também integram a ação.

 


Somente em setembro foram julgados cerca de 150 processos envolvendo acusados que aguardam julgamento, em grau de recurso ou, ainda, ações penais antigas com alguma pendência.

 

De acordo com o juiz auxiliar da corregedoria, Cloves Ferreira, a meta é dobrar o número de processos julgados; chegando em 300 no mês de outubro.

 

Segundo informações do Tribunal de Justiça do Acre, serão aproximadamente 20 processos em pauta por dia; algo em torno de 450 em dois meses de atividades.

 

A ideia do mutirão é conferir maior eficiência ao exercício da atividade jurisdicional; além de garantir que apenados e réus que aguardam julgamento tenham seus direitos assegurados.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique