Número de casos de chikungunya em Mato Grosso triplicou este ano em relação a 2017

02:23 Geral, Notícias 21/10/2018 - 16h53 Brasília Embed

Juliana Cézar Nunes

A população de Mato Grosso está em alerta. Levantamento da Secretaria Estadual de Saúde mostra que de janeiro a outubro 14 mil pessoas foram contaminadas pelo vírus da chikungunya. 

 

Esse número é três vezes e meia maior do que o registrado no mesmo período em 2017. Uma produtora cultural de 35 anos morreu esta semana em Cuiabá vítima da doença.

 

Alessandra Moraes, coordenadora de vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Mato Grosso, explica o perigo da contaminação por chikungunya.

 

Nos últimos meses, Mato Grosso conseguiu reduzir de forma significativa o número de casos de zika e dengue. A contaminação por zika caiu 61% e, por dengue, 29%.

 

Mas o período de chuvas e calor preocupa. Alessandra Moraes lembra que esse ambiente favorece a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da chikungunya, zika e dengue.

 

Para reduzir o número de casos de chikungunya, a Secretaria Estadual de Saúde intensificou as reuniões com as secretarias municipais e os cursos de formação dos profissionais de saúde. Mais informações no site da secretaria: www.saude.mt.gov.br.