Polícia Federal investiga crimes relacionados às eleições de 2018 em três estados

01:33 Geral, Notícias 10/10/2018 - 15h25 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

 A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (10) três ações contra crimes relacionados às eleições de 2018.

 

As investigações apuraram a violação do sigilo do voto e porte ilegal de arma, no estado do Paraná, além de incitação de crime contra candidatos nos estados de Sergipe e São Paulo. 

 

O delegado Guilherme Torres informou que a polícia foi na casa de um eleitor que filmou o próprio voto portando uma arma. A arma encontrada na casa dele era de brinquedo. A pessoa justificou a filmagem dizendo que foi por impulso porque estava embriagado. Ele vai responder por crime eleitoral de violação do sigilo do voto. 

 

Em Sergipe, uma pessoa incentivou em uma rede social a prática de crimes contra um candidato a presidência.

 

Em São Paulo, outra pessoa incitou na internet a violência contra mulheres que votassem em determinado candidato.

 

Nos dois casos, essas pessoas vão responder por incitação ao crime, que está previsto no código penal. 

 

O delegado Guilherme Torres lembrou que postagens em redes sociais podem configurar crime e lembrou que a polícia federal continua monitorando as redes. 

 

Essas ações foram desenvolvidas pelo Centro Integrado de Comanda e Controle Eleitoral, em Brasília. Montado para as eleições, o centro reúne 14 instituições e monitora a campanha de 2018.