Polícia Federal deflagra operação para combater comércio ilegal de ouro no Pará

01:23 Geral, Notícias 25/10/2018 - 15h15 Brasília Embed

Dayana Vitor

A Operação Ouro de Sangue da Polícia Federal esteve nas ruas das cidades paraenses de Redenção, Ourilândia e Tucumã, nesta quinta-feira (25), para coibir o comércio ilegal de ouro.

 

Os agentes cumpriram nove mandados de busca e apreensão em pontos ilegais de venda do minério.

 

A meta principal é desarticular toda a cadeia de ilegalidades do ouro extraído de aldeias indígenas no Pará.

 

O esquema envolve garimpos clandestinos, compradores de vários estados e até de outros países.

 

A Operação Ouro de Sangue surgiu a partir das informações coletadas durante outra operação da Polícia Federal: a Muiraquitã, que ocorreu dentro da Terra Indígena Kayapó.

 

Esses dados levaram à identificação de locais de comercialização ilegal do minério, que atuam sem autorização do Banco Central.

 

Segundo a Polícia Federal, o garimpo ilegal na região já devastou mais de quatro mil campos de futebol de mata nativa. Também poluiu rios pequenos da bacia do Rio Xingu com metais pesados e outras substâncias.

 

De acordo com peritos federais, existem pontos da Terra Indígena Kayapó com desmatamentos provocados pelo garimpo, em ambas as margens do rio, que chegam a medir 22 km.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique