Viva Maria: Pesquisadores do Museu Nacional reacendem esperança depois do reencontro com Luzia

07:10 Geral, Programetes 22/10/2018 - 08h56 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Sob o signo da luz que carrega no nome que recebeu de batismo, Luzia, o fóssil mais antigo já encontrado no continente americano, acabou de ser encontrado.

 

O anúncio foi feito na última sexta-feira pela direção do Museu Nacional para surpresa de todas as pessoas que há menos de dois meses choraram a morte de Luzia, no incêndio que consumiu grande parte da nossa memória.

 

Considerado uma das principais relíquias que a instituição guardava, o crânio ficava armazenado em uma caixa de metal, dentro de um armário. Essa caixa também foi encontrada parcialmente destruída. Mas cerca de 80% dos fragmentos encontrados já foram identificados.

 

A expectativa é de que o crânio seja quase totalmente reconstituído, mas a extensão dos danos e das perdas ainda precisará ser avaliada. Também foram encontradas outras partes de Luzia que o Museu Nacional guardava, incluindo um fêmur.

 

Certamente a reconstituição do crânio será um enorme quebra-cabeça para a equipe de arqueólogos do Museu Nacional, mas, de qualquer forma, neste momento, importa saber que estamos pouco a pouco nos reencontrando com a nossa história a partir de Luzia, a brasileira de 12 mil anos queimada no Museu Nacional.

 

E quem nos dá agora a dimensão desse resgate é Adriana Facina, historiadora e antropóloga, professora do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

Seja muito bem-vinda, Adriana! Tudo bem?

 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique