Votos nulos e brancos não cancelam eleição e são protesto ingênuo, diz especialista

02:04 Geral, Notícias 04/10/2018 - 14h53 Brasília Embed

Lucas Pordeus Leon

Qual a diferença entre votos nulos e brancos? Na prática, nenhuma. E eles podem cancelar uma eleição? A resposta é não! É comum ver a teoria de que se MAIS de 50% dos eleitores votar nulo a eleição é cancelada e tem que ser refeita. Essa informação circula pelas redes sociais e ilude o eleitorado.
 

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a única possibilidade de anular uma eleição é se o vencedor tiver o título cassado pela Justiça, como já ocorreu em alguns estados e municípios, principalmente por causa de denúncias de compra de votos.

 

Os votos em branco e o nulo servem apenas como estatística. O advogado e especialista em direito eleitoral, Guilherme Gonçalves, explica que a Justiça só considera os chamados votos válidos.

 

Para votar em branco, o eleitor tem que apertar a tecla branco e confirmar. Para anular, tem que digitar um número que não existe e confirmar.


O especialista eleitoral ressalta que a única consequência dos votos brancos e nulos é que eles facilitam a vitória do mais votado, na medida que ele precisará de menos votos para alcançar a maioria. O advogado eleitoral Guilherme Gonçalves opina sobre usar o voto nulo ou branco como protesto.


Também tem circulado uma corrente nas redes sociais que diz que se um dos votos for em branco, o eleitor acaba anulando os outros. Essa informação é falsa. O eleitor pode votar em branco ou anular para determinado cargo sem prejudicar as demais escolhas.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique