Exército destruiu mais de 10 mil armas no Rio de Janeiro

01:13 Geral, Notícias 27/11/2018 - 15h34 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

O exército destruiu nesta terça-feira (27) mais 10 mil armas que foram inutilizadas depois de serem apreendidas ou entregues voluntariamente, no Rio de Janeiro.

 

No montante, muitos revólveres e pistolas mas também, alguns fuzis e metralhadoras, além de armamentos fabricados de forma caseira.

 

De acordo com o general, Fernando José Santanna Soares, comandante da Primeira Divisão do Exército, a destruição com o uso de um rolo compressor só é feita após autorização judicial e após o Exército verificar quais armas não podem ser reaproveitadas pelas forças de segurança. 


 
De acordo com o Estatuto do Desarmamento, armas apreendidas ou entregues que estejam em boas condições podem ser doadas às Forças Armadas ou corporações policiais, após o encerramento dos processos judiciais referentes ao uso do armamento.

 


Já as que não podem ser doadas, são derretidas em um alto forno siderúrgico após a destruição com o rolo compressor.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique