Fake news motivam corrida pelo ouro em MT; lideranças são orientadas sobre ilegalidade do garimpo

02:18 Geral, Notícias 09/11/2018 - 12h04 Brasília Embed

Maíra Heinen

O Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) orientou garimpeiros, lideranças comunitárias e gestores da cidade de Aripuanã, em Mato Grosso, sobre a ilegalidade do garimpo na área da fazenda Dardanelos, a cerca de mil quilômetros de Cuiabá.

 

O assunto foi discutido em uma reunião, realizada nessa quinta-feira (8), que contou com a participação de representantes do DNPM, do Ministério Público, da Prefeitura, da Câmara de Vereadores e de garimpeiros.

 

A região foi alvo de uma verdadeira corrida pelo ouro no último mês, motivada por mensagens de whatsapp e notícias falsas.

 

Segundo o diretor de fiscalização do DNPM, Valter Lins Arcoverde, a área já pertence a uma empresa que realiza estudos e aguarda a licença ambiental para dar início a um grande empreendimento mineral. Ele explica que, pela própria dificuldade do garimpo, as pessoas já estão deixando o local.

 

No entanto, segundo o prefeito de Aripuanã, Jonas Canarinho, não está descartada a atuação da Polícia Federal para que todos os garimpeiros deixem a área. 

 

Procurada, a Superintendência da Polícia Federal em Mato Grosso informou que aguarda decisão judicial para atuar na retirada dos ocupantes da área.

 

Uma solução apresentada pelos órgãos participantes da reunião foi a de que os garimpeiros organizem pedidos de permissão de lavra garimpeira em áreas já autorizadas pelo departamento mineral.