Operação Gota: indígenas e ribeirinhos serão vacinados no Amazonas e no Acre

01:42 Geral, Notícias 28/11/2018 - 13h23 Brasília Embed

Michelle Moreira

Os moradores de áreas de difícil acesso no Amazonas e no Acre vão ser vacinados contra doenças imunopreviníveis como sarampo, febre amarela e meningite, além das doses previstas no Calendário Nacional de Vacinação e no Calendário Básico de Vacinação Indígena.

 

Serão beneficiados os moradores de comunidades ribeirinhas, áreas rurais e indígenas.

 

Esta é a última fase neste ano da Operação Gota, que vai até 12 de dezembro nos municípios de Lábrea e Rio Branco, no Acre, além de Boca do Acre, no Amazonas.

 

Coordenada pelo Ministério da Saúde com o apoio da Força Aérea, a ação envolve estratégias que buscam o controle e erradicação de doenças imunopreviníveis no país. Para isso, são pensadas estratégias para o deslocamento das equipes de saúde e transporte de vacinas aos locais mais remotos do país. 

 

Cerca de 12,5 mil doses de vacinas foram destinadas à campanha neste ano. 

 

A iniciativa também vai chegar a Cruzeiro do Sul, no Acre, de 7 a 19 de dezembro.

 

A Operação Gota teve início na década de 90, após a notificação de surtos de sarampo em populações indígenas das regiões do Purus, Juruá e Solimões. Desde então, se consolidou no país como uma ação imprescindível para que se realize a multivacinação em áreas de difícil acesso.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique