Joaquim Falcão toma posse na Academia Brasileira de Letras

02:20 Geral, Notícias 23/11/2018 - 15h41 Rio de Janeiro Embed

Carol Barreto

O jurista e educador Joaquim Falcão toma posse nesta sexta-feira (23) na ABL (Academia Brasileira de Letras).

 

Ele foi eleito no dia 19 de abril para o lugar de Carlos Heitor Cony, que morreu no dia 5 de janeiro.

 

A posse será no Salão Nobre do Petit Trianon. Falcão discursará na tribuna da ABL. Ao terminar, assinará o livro de posse. A seguir, o presidente da entidade, Marco Lucchesi, convidará o acadêmico Merval Pereira para fazer a aposição do colar, o acadêmico Arnaldo Niskier para entregar a espada e o acadêmico Marcos Vinícios Vilaça para entregar o diploma.

 

Os ocupantes anteriores da cadeira que agora será de Falcão foram: Filinto de Almeida, Roberto Simonsem, Aníbal Freire da Fonseca e Herberto Sales. 

 

O novo acadêmico nasceu no Rio, mas é de origem pernambucana. Bacharel em direito pela Universidade Católica do Rio de Janeiro, é mestre em direito na Harvard Law School e em planejamento de educação, além de ter doutorado na Universidade de Genebra.

 

Foi diretor da Faculdade de Direito da PUC-Rio, professor associado da Universidade Federal de Pernambuco e da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro, fundador e professor titular da Escola de Direito da Fundação Getulio Vargas do Rio de Janeiro.

 

Entre outros cargos políticos, Joaquim Falcão foi chefe de gabinete do ministro da Justiça no governo Sarney, Fernando Lyra; fez parte da Comissão Provisória de Estudos Constitucionais, a Comissão Afonso Arinos; presidiu a Fundação Nacional Pró-Memória, responsável pelas principais casas de cultura do Brasil, como Biblioteca Nacional, o Museu Nacional de Belas Artes e o Museu Histórico Nacional.

 

No fim dos anos 70, começou a colaborar com o jornal Folha de S.Paulo, escrevendo durante anos na página 2. Seu livro A Favor da Democracia, publicado em 2004, é resultado desse período. 

 

O livro Mensalão - Diário de um Julgamento: Supremo, Mídia e Opinião Pública, publicado em 2013, descreve uma nova estratégia de “difusão de massa do conhecimento jurídico”, traduzindo para o grande público as grandes questões sobre estado democrático de direito.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique