Levantamento de viaduto que cedeu em São Paulo começa no sábado

03:29 Geral, Notícias 27/11/2018 - 14h52 Brasília Embed

Jéssica Gonçalves

O prefeito de SãoPaulo, Bruno Covas, esteve no canteiro de obras de recuperação do viaduto da Marginal Pinheiros, nesta terça-feira (27), e disse que o processo de levantamento do trecho que tombou terá início no próximo sábado (01).

 

Só depois do levantamento é que os engenheiros vão projetar a obra de reconstrução.

 

Bruno Covas ressaltou que só será possível estimar um prazo para a finalização das obras depois dessa primeira intervenção.

 


Sobre a manutenção dos viadutos, o Ministério Público de São Paulo instaurou, nessa segunda-feira, um inquérito para investigar por que a prefeitura de São Paulo gastou somente R$ 2 milhões dos R$ 44 milhões previstos para manutenção de pontes e viadutos no orçamento de 2018.

 

De acordo com o promotor, Marcelo Milani, os gestores, prefeitura e secretarias, tinham obrigação orçamentária prevista em lei para aplicar esses recursos, mas não o fizeram, o que resultou no problema que ocasionou o desnível do viaduto.

 

A promotoria deu prazo de dez dias para que o governo local apresente seus esclarecimentos. Além desse inquérito, há um Termo de Ajustamento de Conduta acordado entre prefeitura e Ministério Público que não é cumprido pela prefeitura desde 2007, e que pode gerar uma multa de R$ 34 milhões.

 

O prazo para que o município apresente um projeto de manutenção das pontes e viadutos vai até 26 de dezembro.

 

O prefeito Bruno Covas alegou que sua gestão, de apenas oito meses, não pode ser responsabilizada pelo que chamou de descaso de quase 40 anos e que gestões anteriores não destinaram valores para manutenção e inspeção de viadutos e pontes.

 

Sobre os valores não utilizados no orçamento ele disse que houve discussões com o Tribunal de Contas do município sobre a melhor forma de abrir o edital do serviço de inspeção, o que atrasou o cronograma de entrega e execução de projetos.

 


O secretário de Transportes, João Octaviano Machado, informou que obras estão sendo feitas para melhorar os acessos entre as pistas expressa e local para evitar o processo de afunilamento do tráfego.

 


A previsão é que, até o fim da semana, cerca de 15 quilômetros da marginal expressa sejam liberados, restando bloqueados somente os 5 quilômetros onde o viaduto cedeu.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique