No Mato Grosso, falso curandeiro chantageia crianças e adolescentes

01:58 Geral, Notícias 28/11/2018 - 10h05 Brasília Embed

Bianca Paiva

Um falso curandeiro está utilizando o aplicativo de mensagens “WhatsApp” para fazer com que crianças e adolescentes em Mato Grosso enviem fotos e vídeos íntimos com a ameaça de serem amaldiçoados.

 

Segundo a Polícia Civil do Estado, já foram registrados dez boletins de ocorrência no município de Várzea Grande e há registros similares em outros locais da Baixada Cuiabana.

 

O delegado Cláudio Alvares Sant'Ana explica como a pessoa age.

 

“O suspeito entra em contato com as vítimas, geralmente do sexo feminino, crianças e adolescentes, e afirma que foi contratado para fazer um trabalho espiritual para que a vítima fique paraplégica, na cadeira de rodas, ou perca todo o cabelo. No sentido de não fazer esse trabalho espiritual, o suspeito solicita que a vítima encaminhe fotos da sua pessoa nua. Como as vítimas tem pouca idade, tende a acreditar no suspeito e a realizar o que ele está pedindo."

 

O delegado informou que as investigações do caso estão avançadas e que não pode dar outras informações para não atrapalhar o andamento.

 

Depois de identificado e preso, o suspeito deve responder pelos crimes de constrangimento ilegal e ainda por “receber e ter armazenado fotos e vídeos de crianças e adolescentes em situação de nudez”, previsto no Estatuto da Criança e Adolescente.

 

A Polícia Civil também orienta os pais e responsáveis a conversarem com os filhos para que nunca forneçam documentos a estranhos, nomes e endereços e que jamais atendam a exigências ou chantagens feitas por telefone ou mensagem.

 

Além disso, é importante monitorar o acesso das crianças às redes sociais e saber com quem elas estão se relacionando.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique