Witzel quer rever privatização da Cedae acertada por Pezão

02:17 Geral, Notícias 28/11/2018 - 10h52 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

O governador eleito Wilson Witzel afirmou nessa terça-feira (27) que as contas do Rio de Janeiro podem terminar 2019 no azul, apesar da previsão do déficit orçamentário já anunciado pelo atual governador, Luiz Fernando Pezão, de R$ 8 bilhões para este ano.

 

De acordo com Witzel, o cenário de crise começa a ser modificado e o estado tem agora uma ascensão econômica com a produção dos roylaties do petróleo.

 

Witzel participou da primeira reunião temática de transição de governo com Pezão e secretários de governo.

 

Ele disse que vai manter a Lei de Recuperação Fiscal, mas afirmou que a Companhia de Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), não precisa ser privatizada.

 

A venda da companhia foi dada como garantia para o estado contrair empréstimo de R$ 2,9 bilhões com o banco francês BNP Paribas.

 

Ele afirmou que vai conversar com a equipe econômica do presidente eleito, Jair Bolsonaro, já que a empresa teria créditos a receber do governo federal da ordem de R$ 5 bilhões.

 

O governador eleito também disse que entregará ao presidente, Michel Temer, no próximo dia 12, o pedido de prorrogação da Garantia da Lei e da Ordem no Rio de Janeiro.

 

A medida que está em vigor permite a utilização de efetivos das Forças Armadas no policiamento do estado.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique