João de Deus passa primeira noite no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia

02:25 Geral, Notícias 17/12/2018 - 08h41 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

O médium João de Deus passou a primeira noite na cadeia. Ele está numa cela individual e isolado dos outros detentos no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

 

A cela em que ele está tem 16 metros quadrados e conta apenas com cama, pia e vaso sanitário. Como a prisão é preventiva, não tem prazo para acabar. Mas os advogados já informaram que devem entrar hoje (17) com um pedido de habeas xorpus para reverter a prisão preventiva em domiciliar com tornozeleira.

 

O argumento é o de que João de Deus tem 76 anos e justamente essa idade junto com o estado de saúde dele devem ser levados em consideração. O médium passou por um câncer de estômago e é paciente cardíaco.

 

João de Deus se entregou ontem (16), por volta de 16h20, na zona rural de Abadiânia, em Goiás, depois de uma longa negociação. Ele era procurado pelas autoridades policiais desde sexta-feira (14), quando foi decretada a prisão preventiva. 

 

Um dos advogados dele, Ronivan Peixoto Morais Júnior, disse que o local da entrega foi escolhido - uma estrada de terra na região de Abadiânia - por questão de estratégia e para preservar o médium. 

 

João de Deus foi interrogado ontem mesmo. O depoimento durou mais de três horas. Foi perguntado especificamente sobre a denúncia de abuso sexual por parte de 15 mulheres.

 

O delegado-chefe, André Fernandes, disse que há fortes indícios de culpa por parte do médium. E esclareceu que, o que chama mais atenção é a singularidade de comportamento, um modo de agir comum entre todos os casos. 

 

Depois do interrogatório, João de Deus foi levado para fazer exame de corpo de delito no IML e seguiu para Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.

 

Já são mais de 300 denúncias contra ele. Todas por abuso sexual durante os atendimentos espirituais. Algumas acusações têm mais de 30 anos.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique