Justiça nega habeas corpus a João de Deus, confirma defesa do médium

01:13 Geral, Notícias 18/12/2018 - 21h26 Brasília Embed

Victor Ribeiro

A defesa do médium João Teixeira Faria, o João de Deus, confirmou nessa terça-feira (18) que a Justiça negou, em caráter liminar, um habeas corpus.

 

O documento pedia que a prisão preventiva fosse convertida em domiciliar, com a aplicação de medidas cautelares, como o monitoramento por meio de tornozeleira eletrônica. A Justiça ainda não tem data para julgar o mérito do pedido.

 


Também nessa terça (18), a Polícia Civil de Goiás cumpriu mandados de busca e apreensão na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. É o local em que o médium fazia atendimentos e, de acordo com as supostas vítimas, onde teriam ocorrido os abusos sexuais. Os detalhes dessa operação serão revelados nesta quarta-feira (19).

 

O advogado Alberto Toron, que representa João de Deus, disse que não acompanhou as buscas, mas orientou as pessoas que estavam no local a colaborar com as autoridades policiais.

 

O médium está preso desde domingo (16) em Aparecida de Goiânia, no estados de Goiás, por suspeita de abusar sexualmente de mulheres e movimentar R$ 35 milhões, somente na semana passada. João de Deus se diz inocente e a defesa afirma que as movimentações de dinheiro são regulares.


Com colaboração de Kariane Costa, da Rádio Nacional, em Brasília, Victor Ribeiro.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique