Justiça nega pedido de Lula para acompanhar velório de Sigmaringa Seixas

01:26 Geral, Notícias 25/12/2018 - 18h37 Brasília Embed

Sayonara Moreno

A Justiça Federal no Paraná negou ao ex-presidente Lula, pedido para acompanhar o velório do ex-deputado Luiz Carlos Sigmaringa Seixas, nesta quarta-feira (26), em Brasília. A defesa do ex-presidente alegou, no pedido, que Lula era amigo íntimo de Sigmaringa há mais de 30 anos.

 

Sigmaringa, que tratava uma leucemia, morreu nesta terça-feira (25), em São Paulo, aos 74 anos. Recentemente, fez parte da defesa de Lula.

 

O pedido da defesa de Lula foi negado pelo juiz plantonista Vicente de Paula Ataíde Júnior. Ao tomar a decisão, ele alegou que, de acordo com a Lei de Execuções Penais, a saída de quem cumpre pena é permitida apenas em caso de doença grave ou morte de familiares de primeiro grau ou cônjuges.

 

Pelo Twitter, a presidente do PT, Gleisi Hofmann criticou a decisão do magistrado e disse que a Lula “tudo é negado, inclusive chorar amigos”. Antes disso, também pelo Twitter, a senadora lamentou a morte do ex-deputado. Ela escreveu que soube da perda de quem chamou de “grande e querido companheiro” com “imensa tristeza”. Também prestou solidariedade à família e amigos dele.

 

O presidente Michel Temer também lamentou, na mesma rede social. Temer disse que Sigmaringa foi um “grande advogado e homem público”, que lutou pela democracia brasileira. Ele ainda prestou condolências à família

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique