Ministro do STJ nega pedido de habeas corpus a João de Deus e afasta segredo de Justiça

01:13 Geral, Notícias 20/12/2018 - 08h53 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

O ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o pedido de liberdade do médium João de Deus, que pretendia converter a prisão preventiva em domiciliar com tornozeleira.

 

A defesa pedia a reconsideração da decisão do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), que já havia negado habeas corpus para João de Deus.

 

O ministro entendeu que não há ilegalidade nessa decisão do TJ goiano, que agora vai julgar o mérito da decisão. E levou em conta o risco de fuga do médium, porque depois da decretação da prisão preventiva, ele não foi imediatamente localizado e também movimentou altos valores em sua conta bancária, cerca de R$ 35 milhões.


O ministro do STJ também afastou o segredo de Justiça do processo por entender que essa medida não serve à proteção do autor de supostos crimes contra a dignidade sexual.


João de Deus está preso desde domingo (16) no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia. A prisão preventiva foi decretada com base em 15 denúncias já formalizadas em Goiânia, todas por crimes sexuais.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique