PM e Forças Armadas fazem varredura em Batalhão Prisional onde está Pezão

01:31 Geral, Notícias 21/12/2018 - 12h33 Rio de Janeiro Embed

Ícaro Matos

A Polícia Militar, com o apoio das Forças Armadas, realiza operação de varredura, nesta sexta-feira (21), no Batalhão Prisional da corporação, em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

 

Esta é a terceira vistoria feita na unidade neste mês, a primeira no âmbito da intervenção com participação de homens do Exército.

 

De acordo com o Comando Conjunto, mais de 250 agentes participam da ação, sendo 160 das Forças Armadas e 100 da Polícia Militar.

 

O objetivo é realizar inspeção visual e varredura com aparelhos eletromagnéticos nas instalações da unidade prisional para localizar materiais não permitidos. As autoridades informaram que só divulgarão mais detalhes após o fim da operação.

 

O Batalhão Prisional da Polícia Militar é o local onde ficam presos os PMs que cometeram crimes militares ou comuns que aguardam julgamento ou não ainda tiveram a condenação transitada em julgado.

 

É nesta unidade que está detido o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, que foi preso na Operação Boca de Lobo, um desdobramento da Lava Jato.

 

Ele está sozinho em uma espécie de cárcere especial, que não tem as características de uma cela.  O ambiente consiste em uma sala de 3 por 4 metros, sem grades, que conta com uma cama, prateleira e mesa, além de banheiro. O ambiente é monitorado por câmeras de segurança.

 

Pezão tem direito a ficar local por estar no exercício do mandato.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique