Rio registra mais de 260 casos de febre amarela silvestre este ano; 84 pessoas morreram

02:13 Geral, Notícias 27/12/2018 - 18h00 Brasília Embed

Raquel Júnia

O Rio de Janeiro registrou neste ano, 262 casos de febre amarela silvestre em humanos. 84 pessoas morreram em decorrência da doença.

 

Apesar da gravidade da febre amarela e das campanhas de vacinação desde o surto iniciado em 2016 ainda há pessoas que não se vacinaram, principalmente na região metropolitana.

 

A cobertura vacinal no Rio está em torno de 80% do público-alvo.

 

O médico da Secretaria de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe, destaca que apesar de o estado não apresentar mais uma situação de surto, a preocupação com a urbanização da doença, sobretudo no verão, ainda persiste.

 

Ele reforça que o mosquito Aedes Aegypt, capaz de transmitir a doença em ambiente urbano, se prolifera mais no verão, por isso o alerta. O Brasil não tem febre amarela urbana desde os anos 1940.

 

Todos os casos registrados nos últimos anos foram do tipo silvestre.

 

Em novembro, a Secretaria lançou uma nova campanha de vacinação. A dose fracionada que foi aplicada no início do ano foi suspensa devido a queda na demanda e a aplicação neste momento é da dose integral.

 

A vacina é recomendada para todas as pessoas, exceto bebês menores de 9 meses, grávidas e pessoas com contraindicações especiais por conta de doenças.

 

Segundo a Secretaria de Estado de Saude todos os municípios possuem a vacina.

 

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique