Agressões a jornalistas cresceram 36% em 2018; maior agressor foi o cidadão comum

02:35 Geral, Notícias 18/01/2019 - 20h41 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

Os casos de agressão contra jornalistas cresceram mais de 36% no ano passado.

 

Foram 135 ocorrências de violência, entre elas um assassinato, que vitimaram 227 profissionais.

 

Já em 2017 foram feitos 99 registros e, de acordo com a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), entidade que elaborou o relatório divulgado nesta sexta-feira (18), o aumento esteve diretamente relacionado com as eleições.

 

A presidente da Fenaj, Maria José Braga, explica que manifestantes políticos e eleitores foram os principais agressores, respondendo por mais de 22% dos casos.

 

Acompanhe na reportagem de Tâmara Freire.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique