Atingidos por incêndio em Manaus recebem auxílio para deixar abrigos

02:44 Geral, Notícias 17/01/2019 - 12h14 Brasília Embed

Maíra Heinen

Um mês após o incêndio que destruiu cerca de 600 casas, no bairro Educandos em Manaus, atingidos começam a receber auxílio aluguel para deixarem os 6 abrigos em que estão alojados.

 

Nesta semana, a Prefeitura informou que formalizou o pagamento da ajuda de R$ 300 para cerca de 550 famílias. Já pelo Governo do Amazonas, até o momento, 73 famílias receberam um auxílio no valor de R$ 900; e outras 113 já foram identificadas como aptas ao recebimento do benefício.

 

Maesi Lima foi uma das atingidas pelo incêndio. Ela, a mãe e o filho perderam tudo que tinham. Maesi vendia roupas, e sua mãe alugava quartos na própria casa. Maesi espera, de forma mais urgente, conseguir um emprego para poder auxiliar a mãe.

 

“No momento, tudo que estou pedindo é um emprego, para poder ajudar minha mãe, porque minha mãe já tem 50 anos e aqui em Manaus ninguém emprega mais pessoas de 50 anos. E ela tem hérnia de disco na coluna, não pode fazer muito esforço. Então de imediato o que eu procuro é arranjar um emprego.

 

Após a ocorrência, Maesi ficou alojada na casa de uma irmã, mas ainda depende de doações.

 

Do incêndio até esta semana, a Prefeitura de Manaus contabilizou a doação de mais de 160 toneladas em alimentos para os desabrigados, fora outros itens de higiene, roupas e colchões.

 

A solidariedade das pessoas em Manaus impressionou moradores e o poder público, como destaca o secretário municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania, Danízio Souza.

 

“Nós realmente recebemos toneladas de doações. O povo de Manaus se solidarizou por demais com a situação porque foi algo absurdo, sem proporções”.

 

Agora, com a saída das vítimas dos abrigos, a Prefeitura estuda auxiliar os moradores com a compra de eletrodomésticos como fogões e geladeiras.

 

A Defesa Civil de Manaus ainda não entregou o laudo pericial. No entanto, o retorno ao local do incêndio deve ser descartado porque, segundo o secretário Danízio Sousa, trata-se de uma área de risco.

 

A intenção é que os moradores sigam para outros locais, que ainda estão sendo estudados.

 

O incêndio na comunidade Favela do Bodozal, no Bairro Educandos, ocorreu na noite de 17 dezembro. Os indícios apontam que a ocorrência começou após a explosão de uma panela de pressão em uma das residências.

 

Para a Defesa Civil do Estado, este pode ter sido o maior incêndio urbano já ocorrido na capital amazonense.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique