Ex-militar procurado pelo FBI por pornografia infantil é preso na região Serrana do Rio

01:46 Geral, Notícias 19/01/2019 - 13h17 Rio de Janeiro Embed

Cynthia Cruz

Um brasileiro que está na lista do FBI, a polícia norte- americana, dos 100 maiores distribuidores de pornografia infantil do mundo pela internet foi preso em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro.

 

O militar da reserva Jorge Riguette, de 67 anos, foi preso em sua residência, em um bairro tranquilo daquele município, onde morava sozinho e prestava serviços como analista de informática.

 

De acordo com FBI, a relação inclui os principais distribuidores de arquivos exclusivos deste tipo de conteúdo por redes P2P, que são redes ponto a ponto.

 

Jorge Riguette possuía um acervo de 700 mil fotos armazenadas em seus computadores que foram apreendidos. A prisão ocorreu em outubro do ano passado, mas só nesta sexta-feira, após perder o sigilo de justiça, foi divulgado.

 

Pelos crimes cometidos, ele pode ser condenado até 6 anos de prisão.

 

No fim do ano passado, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região negou o habeas corpus porque, além de integrar a lista dos 100 maiores do FBI, ele chegou a desenvolver um programa para catalogar seus arquivos, utilizando como parâmetro a idade das crianças vítimas.

 

De acordo  com o Ministério Público Federal, pela facilidade de uso e possibilidade de compartilhamento de grande quantidade de arquivos ao mesmo tempo, os aplicativos com essa tecnologia ponto a ponto vêm se espalhando, principalmente para o compartilhamento de arquivos ilícitos contendo cenas de abuso sexual de crianças e adolescentes.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique