Vale diz que Mina do Feijão tinha autorização para funcionar e não recebia mais rejeito de mineração

01:19 Geral, Notícias 26/01/2019 - 12h11 Confins (MG) Embed

Luana Karen, da TV NBr

Em nota, a empresa Vale, responsável pela barragem do Feijão, afirmou que a estrutura tinha autorização para funcionamento e passou por fiscalização e revisão.

 

Documentos haviam sido emitidos em junho e setembro do ano passado a segurança que a barragem tinha segurança física e hidráulica.

 

Segundo a Vale, a barragem estava inativa. Ou seja, não recebia rejeitos de mineração, e não havia, no local, outra atividade em curso.

 

A nota também traz a extensão da barragem, que tinha 86 metros e cumprimento com crista de 720 metros. Os rejeitos ocupavam  uma área de quase 250 mil metros quadrados.

 

E o volume disposto era de quase 12 milhões de metros cúbicos.

 

A Vale encerra a nota dizendo que está buscando respostas para o que aconteceu.

 

A empresa também divulgou pela manhã uma lista com o nome de 412 consideradas pessoas desparecidas e pede que quem estiver na lista e estiver bem, que ligue para o número 0800 821 500.

 

Até agora, o Corpo de Bombeiros confirma a morte de nove pessoas.


[

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique