Viva Maria: Risco de morte entre mulheres adultas vítimas de violência é 151 vezes maior

09:24 Geral, Notícias 09/01/2019 - 05h26 Brasília Embed

Apresentação Mara Régia

Violência doméstica pode levar à morte. Essa é a principal constatação da pesquisa “Risco de óbito por causas externas em mulheres com notificação de violência”. A pesquisa, divulgada ontem (8) com base nas notificações compulsórias do Sistema de Saúde, compreende o período de 2011 a 2016.

 

Em comparação às outras mulheres, aquelas que sofrem violência têm o risco de morte multiplicado por 151,5 – isso mesmo! - para mulheres adultas. No caso de mulheres idosas vítimas de violência, o risco é 311 vezes maior e, entre jovens, o risco é 86% maior.

 

Por isso, não ignorem a violência. Esse é o apelo da doutora Valéria Scarance, que é promotora de Justiça especializada em gênero e enfrentamento à violência contra a mulher, autora do livro “Maria da Penha, o processo penal no caminho da efetividade”.

 

Doutora Valéria é também coordenadora do Núcleo de Gênero do Ministério Público de São Paulo. É com ela que nós vamos aprofundar reflexões sobre a pesquisa divulgada pelo sistema de saúde. Seja muito bem-vinda! Feliz Ano Novo!

 

 

Viva Maria: Programete que aborda assuntos ligados aos direitos das mulheres e outros aspectos da questão de gênero. É publicado de segunda a sexta-feira. Acesse aqui as edições anteriores.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique