Força-tarefa vai apurar causas do incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo

01:54 Geral, Notícias 08/02/2019 - 16h50 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

A Prefeitura do Rio divulgou nota informando que a área de alojamento do Centro de Treinamento do Flamengo, Presidente George Helal, conhecido como Ninho do Urubu, onde ocorreu o incêndio que deixou dez mortos e três feridos,  não constava no último projeto aprovado pela área de licenciamento em cinco de abril do ano passado. Segundo a nota, a atual licença do CT tem validade até oito de março deste ano.

 

A Prefeitura afirma que no projeto protocolado, a área está descrita como um estacionamento. E que não há registros de novo pedido de licenciamento da área para uso como dormitórios.

 

Ainda segundo a nota, por determinação da legislação em vigor, só há vistoria neste tipo de edificação em casos de denúncia.

 

A prefeitura informou ainda que vai determinar a abertura de um processo de investigação para apurar as responsabilidades.

 

O  corpo de Bombeiros informou que o Centro de Treinamento do Flamengo não possui o Certificado de Aprovação, que atesta a existência e o funcionamento dos dispositivos contra incêndio previstos pela legislação vigente. 

 

Segundo a nota, o documento está em processo de regularização junto ao Corpo de Bombeiros.

 

A nota enviada esclarece que a não existência do Certificado não significa, por si só, que o local não possuía os dispositivos, e sim que não era aprovado pela Corporação.

 

já o Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro criou uma Força-Tarefa para apurar causas e consequências do incêndio no CT do Flamengo. O órgão ressalta que a tragédia ocorrida na madrugada desta sexta-feira, tem entre os mortos  atletas das categorias de base do clube,  menores de idade, e funcionários do local.

 

A força-tarefa será coordenada pela procuradora, Danielle Cramer. Outros quatro procuradores também farão parte do grupo. Eles integram o Núcleo de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente e o Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique