Justiça manda soltar presos por rompimento de barragem

01:02 Geral, Notícias 05/02/2019 - 20h23 Brasília Embed

Victor Ribeiro

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça concedeu nessa terça-feira (05) habeas corpus a cinco presos no caso do rompimento da Barragem da Vale em Brumadinho.

 

A decisão tem caráter liminar. Ou seja, é temporária. E coloca em liberdade os engenheiros Andre Yassuda, Makoto Namba, Rodrigo Artur Melo; o gerente executivo operacional da Vale, Ricardo de Oliveira; e o gerente de meio ambiente da mineradora, Cesar Augusto Grandchamp.

 

O relator, ministro Nefi Cordeiro, observou que, no caso, os engenheiros e funcionários da Vale já prestaram declarações, já foram feitas buscas e apreensões e não foi apontado qualquer risco que eles pudessem oferecer à sociedade.

 

Todos os ministros ressaltaram a gravidade do fato ocorrido e a comoção social causada pela tragédia. No entanto, a turma entendeu que não há fundamentos idôneos para as prisões.

 

Nossa equipe procurou a Vale. A mineradora informou que não vai se manifestar sobre a concessão dos habeas corpus.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique