Operação investiga esquema criminoso em distrito de saúde indígena em Mato Grosso

01:02 Geral, Notícias 06/02/2019 - 12h46 Brasília Embed

Priscilla Mazenotti

Um esquema criminoso no Distrito Sanitário de Saúde Indígena Xavante, em Barra do Garças, em Mato Grosso, foi desarticulado pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal nesta quarta-feira (6). É a operação Black Mail. 


O esquema funcionava assim: o grupo exigia pagamento dos prestadores de serviços de saúde para que continuassem trabalhando na saúde indígena. Quem não pagava era ameaçado de perder o cargo.


As investigações começaram em outubro do ano passado a partir da denúncia de uma vítima. Ela chegou a receber mensagens exigindo o pagamento de R$ 2 mil. O número da conta para depósito, inclusive, foi enviado a ela por meio de whatsapp. 


Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em Pontal do Araguaia e Barra do Garças.  

 

Os acusados poderão responder por crimes como associação criminosa, peculato, extorsão e violação da Lei de Improbidade Administrativa. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique