Sobe para 169 número de mortos no rompimento da barragem em Brumadinho

01:39 Geral, Notícias 18/02/2019 - 07h46 Brasília Embed

Jéssica Gonçalves

O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais atualizou para 169 o número de mortos após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale em Brumadinho.

 

De acordo com a corporação, dois corpos foram retirados da lama de rejeitos nos últimos dois dias. Fragmentos de corpos também foram localizados pelas equipes nas últimas horas.


Segundo boletim da Defesa Civil do estado, divulgado nesse domingo (17), todos os corpos encontrados já foram identificados.

 

A tragédia na mina Córrego do Feijão, nos arredores da capital Belo Horizonte, deixou ainda 141 pessoas desaparecidas – entre funcionários da mineradora, terceirizados que prestavam serviços à Vale e membros da comunidade.

 

Desde o início das buscas, foram localizadas 393 pessoas, sendo 224 funcionários da Vale e 169 pessoas da comunidade. Não há mais hospitalizados, segundo o balanço atualizado pela Defesa Civil.


Nesse domingo, foi iniciada a demolição da estrutura atingida da Instalação de Tratamento de Minério. Para isso, são usadas máquinas pesadas. A ação é feita para que os bombeiros consigam chegar em locais até então inacessíveis em busca de novas vítimas. Segundo a corporação, existem cilindros de substâncias tóxicas no local, o que torna o trabalho perigoso e exige o uso de equipamentos para respiração.

 

Desde o rompimento da barragem, em 25 de janeiro, já são mais de 20 dias de buscas diárias por soterrados na lama de rejeitos da Vale.

 

*Com informações da Agência Brasil

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique