Doleiro é preso em SP por suposto envolvimento em esquema do ex-governador Sérgio Cabral

01:55 Geral, Notícias 20/03/2019 - 13h01 São Paulo Embed

Nelson Lin

A Polícia Federal em São Paulo prendeu preventivamente, nesta quarta-feira (20), o doleiro Sérgio Guaraciaba Martins Reinas, acusado de envolvimento em esquema de desvio de dinheiro com o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral.

 

O detido chegou às 9h30 da manhã na sede da PF, na capital paulista, carregando uma mala. Policiais também chegaram com malotes das apreensões realizadas nesta quarta.

 

Guaraciaba é suspeito de auxiliar Cabral no envio de dinheiro desviado para o exterior. Além dele, a polícia emitiu mandado de prisão preventiva para o doleiro Nissim Chreim e a esposa dele, Thania Chreim, além do filho de Nissin, Jonathan Chahoud, que teve determinada a prisão temporária.

 

De acordo com o Ministério Público Federal, Guaraciaba movimentou mais de R$ 37 milhões entre 2011 e 2014. Por sua vez, a família de Nissim Chreim teria movimentado R$ 22 milhões entre 2011 e 2016 em operações de câmbio. Eles também teriam feito remessas de 20 mil dólares para uma offshore de Paulo Roberto Costa, ex-diretor de abastecimento da Petrobrás e condenado por corrupção no âmbito da operação Lava Jato.

 

Segundo o Ministério Público, tanto no caso de Guaraciaba como no de Nissim, o esquema operava de forma semelhante: os doleiros faziam operações no mercado paralelo de câmbio, seja para fazer remessas de dólares ao exterior ou para trazer o dinheiro ao Brasil através de cheques ou pagamento de boletos, em operações que driblavam a fiscalização da Receita Federal e de autoridades bancárias.

 

A ordens de prisão e de busca e apreensão partiram do juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro. O processo corre em sigilo. Os presos responderão pelos crimes de organização criminosa, evasão de divisas e lavagem de dinheiro.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique