Ministério Público investiga depósito de R$ 100 mil na conta do suspeito de matar Marielle

01:31 Geral, Notícias 15/03/2019 - 14h30 Rio de Janeiro Embed

Tâmara Freire

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou um depósito de R$ 100 mil feito na conta do policial militar reformando Ronnie Lessa sete meses após o assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes. 

 

O relatório foi incluído pelo Ministério Público (MP) no pedido de bloqueio de bens apresentado junto com a denúncia contra Ronnie Lessa e contra o ex-policial militar Elcio de Queiroz pela execução do crime. 

 

O MP, no entanto, não confirmou se há ligação entre o pagamento e o crime. 

 

Saiba mais na reportagem. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique