Pesquisadores brasileiros propõem aumentar limites da Amazônia

02:46 Geral, Notícias 09/03/2019 - 09h40 Brasília Embed

Renata Martins

O estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade de Brasília, da Federal do Acre e da Estadual de Mato Grosso.

 

A pesquisa foi publicada este ano, na última edição da revista científica Biodiversity and Conservation.

 

O coordenador dos estudos, o professor Ben Hur Marimon Junior, da Universidade do Estado de Mato Grosso, explica que o trabalho teve início após inconsistências entre o mapeamento oficial e o que era observado em campo nos limites apresentados entre a Amazônia e o Cerrado.

 

O pesquisador afirma que o Cerrado foi superestimado nos mapas oficiais. O bioma é menos protegido pela legislação, que a floresta amazônica.

 

Ben Hur afirma que a diferença identificada é em torno de 30% a 40% da linha da borda da floresta, que é a área de transição entre os biomas.

 

Para o pesquisador, a redefinição pode contribuir não só com a proteção da biodiversidade, mas também com a produção agrícola na região.

 

Já está em curso um segundo trabalho do grupo, que deve fazer o remapeamento de toda a área de transição que vai da divisa do Brasil com a Bolívia até o Maranhão.

 

De acordo com o IBGE, a Amazônia Legal brasileira tem uma extensão de aproximadamente 5 milhões km². E corresponde à área dos estados da Região Norte, acrescidos do estado de Mato Grosso e de municípios do oeste maranhense.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique