RJ: mortes por intervenção policial aumentam e roubos de carga caem em fevereiro

01:59 Geral, Notícias 21/03/2019 - 16h26 Rio de Janeiro Embed

Fabiana Sampaio

As mortes por intervenção policial, os chamados autos de resistência, no Estado do Rio, aumentaram 42% em fevereiro deste ano  em relação ao mesmo mês do ano passado.

 

Os dados foram divulgados pelo ISP, Instituto de Segurança Pública, nesta quarta-feira(20). Em relação ao mês anterior, janeiro, no entanto,  foi registrada uma queda de 9%.

 

O Indicador Letalidade Violenta que inclui os casos de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e morte por intervenção policial, também caiu pelo segundo mês consecutivo.

 

Segundo os dados, a queda foi de 16% em relação a fevereiro do ano passado e de 15% na comparação com janeiro de 2019.

 

O indicador homicídio doloso registrou o menor número de vítimas para este mês nos últimos 28 anos e também o menor número de vítimas desde agosto de 2015.

 

Com 319 vítimas,  a redução foi de 28% em relação a fevereiro do ano passado e de 17% considerando janeiro deste ano.

 

Os roubos seguidos de morte também apresentaram queda expressiva em fevereiro: foram oito vítimas em 2019 e 21 no mesmo período do ano passado.

 

Os crimes contra o patrimônio como roubo de veículos e roubo de cargas também tiveram diminuição em fevereiro.

 

Nos roubos de veículos a queda foi de 26% no estado em relação a fevereiro de 2018 e os roubos de carga reduziram 13% no mesmo período.

 

Já o roubo de rua  se manteve estável no mês de fevereiro: houve aumento de 1% em relação ao ano passado,  mas foi registrada queda de 6% na comparação com janeiro aneiro deste ano. Os dados divulgados pelo Instituto de Segurança Pública são referentes aos Registros de Ocorrências FEITAS nas delegacias de Polícia Civil do Estado durante o mês de fevereiro.
--

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique